Topo
Blog do Barcinski

Blog do Barcinski

Categorias

Histórico

Pesquisa comprova: no Brasil o sertanejo lidera, mas o futuro é do funk

André Barcinski

24/07/2018 05h59


Foi divulgada hoje, dia 24, uma pesquisa sobre as preferências musicais dos brasileiros.

O sertanejo aparece como o gênero musical de maior popularidade, mas o impressionante domínio do funk entre os adolescentes significa que, em poucos anos, o funk pode assumir a liderança nacional.

A pesquisa foi realizada pela consultoria JLeiva Cultura & Esporte, com participação do Datafolha, e ouviu 10.630 pessoas com idade a partir de 12 anos, entre os dias 14 de junho e 27 de julho de 2017. As pessoas foram abordadas pessoalmente em pontos de fluxo. O questionário, com 55 perguntas, traçou um panorama dos hábitos culturais dos moradores de 12 capitais brasileiras: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo.

A pesquisa pediu aos entrevistados para citar os três gêneros musicais que mais gostavam, por ordem de preferência. O resultado mostrou que o sertanejo, citado por 37%, é o estilo de maior popularidade, à frente de MPB (27%), gospel (21%), rock (21%), pagode e pop (ambos com 17%), que completam os cinco mais citados.

Apesar de não aparecer sequer entre os cinco gêneros mais citados no resultado geral, o funk é o preferido da juventude. Na faixa etária de 12 a 15 anos, o gênero é apontado como favorito por incríveis 55% dos entrevistados.

Entre os entrevistados com idades de 16 a 24 anos, o funk é citado por 28%, sendo ultrapassado pelo sertanejo (39%). Essa faixa etária é também a que mais se relaciona com o pop (28%) e rock (26%). A partir dos 25 anos, três estilos sobressaem: sertanejo, MPB e gospel. E se o funk é o gênero preferido dos mais jovens, o samba tem a preferência dos mais velhos: só aparece entre os mais citados na faixa a partir de 60 anos de idade.

Outras conclusões da pesquisa:

– Das 12 cidades pesquisadas, o sertanejo lidera em metade: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Manaus, Porto Alegre e São Paulo. Nas três capitais nordestinas (Fortaleza, Recife e São Luís), é o forró que predomina. O gospel aparece como estilo mais apreciado em duas capitais: Belém e Salvador. Na capital baiana, o gospel empata na preferência com o MPB, o gênero líder em popularidade no Rio de Janeiro.

– MPB e Rock são os gêneros musicais mais ouvidos por quem possui ensino superior. Já os que estudaram até o ensino fundamental preferem Sertanejo e Gospel.

– Quando se analisa a renda, a MPB lidera entre as classes A e B. Esse gênero cai para a terceira posição entre a classe C e o sexto lugar nas classes D e E. Entre essas três últimas classes socioeconômicas, os dois estilos mais votados são sertanejo e gospel.

Todos os resultados da pesquisa estão disponíveis no site: http://www.culturanascapitais.com.br.

Visite meu site: andrebarcinski.com.br

P.S.: Por conta da divulgação dessa pesquisa, adiantei o texto de quarta. O blog volta na sexta-feira, dia 27. Até lá.

Sobre o autor

André Barcinski é jornalista, roteirista e diretor de TV. É crítico de cinema e música da “Folha de S. Paulo”. Escreveu seis livros, incluindo “Barulho” (1992), vencedor do prêmio Jabuti de melhor reportagem. Roteirizou a série de TV “Zé do Caixão” (2015), do canal Space, e dirigiu o documentário “Maldito” (2001), sobre o cineasta José Mojica Marins, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Sundance (EUA). Atualmente dirige os programas “Eletrogordo” e “Nasi Noite Adentro”, do Canal Brasil.

Sobre o blog

Música, cinema, livros, TV, e tudo que compõe o universo da cultura pop estará no blog, atualizado às segundas, quartas e sextas.