Blog do Barcinski

Categorias

Histórico

As capas de heavy metal mais bizarras do Brasil e do mundo

André Barcinski

16/03/2017 11h46

Meu site favorito, o “Dangerous Minds”, fez uma matéria sensacional com algumas das capas mais feias e engraçadas de discos de heavy metal. E capa de disco de metal é um de meus assuntos prediletos.

Aqui vão algumas das capas escolhidas pelo site e sugestões minhas de discos nacionais que mereciam entrar na lista:

Blue Oyster Cult – Heaven Forbid (1988)
O melhor dessa capa é que o monstrengo está olhando para a câmera. Seria um espelho?

Risk – Dirty Surfaces (1990)
Nunca ouvi esse disco da banda alemã Risk, mas a capa é assombrosa.

Dangerous Toys – Dangerous Toys (1995)
Alguém mais reparou que o desenho é uma adaptação da capa de “Lovesexy” (1988), substituindo o Prince por um palhaço gay?

Lancer – Lancer (2013)
Essa banda sueca inaugura um novo gênero: o Metal Avestruz.

Predator – Easy Prey (1986)
Um mendigo se prepara para atacar a própria tia em uma praia de Peruíbe.

Iron Maiden – Dance of Death (2003)
Steve Harris vai ao Carnaval de Veneza e assiste a um show do Cirque De Soleil.

Druid – Vampire Cult (1989)
Vampiros japoneses saídos de mangá profanam tumbas, em desenho feito pela filha de oito anos do vocalista.

Pantera – Metal Magic (1983) e “Power Metal” (1988)
Antes de fazer “Cowboys From Hell”, o Pantera era uma espécie de Cinderella

Obus – Dejarse La Piel (1986)
Não conhecia essa banda espanhola, mas virei fã.

Scorpions – Moment of Glory (2000)
Luxo, glamour e sofisticação na capa dessa coletânea do Scorpions com a Orquestra Filarmônica de Berlim.

Vanlade – Iron Age (2012)
Para finalizar a seleção estrangeira, minha capa predileta: o metaleiro surge do mar revolto, observado por uma sereia nua que empunha uma espada, enquanto protege seu metal pesado da ação do tempo.

METAL NACIONAL

Aqui vão alguns lançamentos nacionais cujas capas não ficam nada a dever às gringas:

Metralion – A Mosh in Brazil (1989)
Adoro a ideia do metaleiro pulando em cima do Brasil inteiro.

Vulcano – Live (1985)
“Os portais do inferno se abrem… para vocês!”. Começa assim esse disco clássico do metal brazuca dos anos 80. Na capa, Conan enfrenta uma capivara bípede e maldita.

Holocausto – Campo de Extermínio (1987)
Não consigo olhar para essa capa sem que meus olhos se dirijam imediatamente à assinatura do artista: GAVIÃO.

Flagelador e Axecuter – Headbanger’s Afterlife (2016)
O metal brasileiro vai bem, obrigado. Pelo menos em matéria de arte, como prova esse split. O destaque vai para o metaleiro pançudo assando uma linguiça no tambor. Nada mais metal que isso.

Um ótimo fim de semana a todos.

Sobre o Autor

André Barcinski é jornalista, roteirista e diretor de TV. É crítico de cinema e música da “Folha de S. Paulo”. Escreveu seis livros, incluindo “Barulho” (1992), vencedor do prêmio Jabuti de melhor reportagem. Roteirizou a série de TV “Zé do Caixão” (2015), do canal Space, e dirigiu o documentário “Maldito” (2001), sobre o cineasta José Mojica Marins, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Sundance (EUA). Atualmente dirige os programas “Eletrogordo” e “Nasi Noite Adentro”, do Canal Brasil.

Sobre o Blog

Música, cinema, livros, TV, e tudo que compõe o universo da cultura pop estará no blog, atualizado às segundas, quartas e sextas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Topo