Topo
Blog do Barcinski

Blog do Barcinski

Categorias

Histórico

Elvis 'roubou' de artistas negros? Little Richard e B.B. King respondem...

André Barcinski

2028-11-20T18:05:59

28/11/2018 05h59

Dois reis: Elvis Presley e B.B. King

Em entrevista à radio Jovem Pan, a cantora Negra Li disse que o surgimento de Elvis Presley tirou o espaço de artistas negros. Disse a cantora: "Muitas vozes foram tapadas quando Elvis surgiu (…) Disseram: 'vamos apresentar esse cara branco, com uma voz negra e com um ritmo negro'".

É fato que o homem que lançou os primeiros discos de Elvis, Sam Phillips, disse: "Se eu encontrasse um homem branco que tivesse o som negro e o sentimento negro, eu faria um milhão de dólares". E esse homem, claro, foi Elvis.

Por outro lado, dizer que Elvis tirou espaço de artistas negros é questionável. Muitos acham que ele, ao popularizar o rock, ajudou muitos artistas negros a venderem mais discos.

Vale lembrar que Elvis sempre fez questão de falar de suas influências e elogiar os pioneiros do blues, gospel, r&b e da música country – muitos deles negros.

Disse Elvis Presley: "Muita gente diz que eu comecei o rock, mas o rock'n'roll já existia muito antes de eu aparecer. Ninguém consegue cantar essa música como os negros. Vamos falar a verdade: eu não consigo cantar como Fats Domino. Eu sei disso."

Acho que nenhuma discussão sobre o assunto seria completa sem a opinião de artistas negros contemporâneos de Elvis. Vamos lembrar o que disseram alguns deles:

Little Richard
"Elvis foi um integrador, Elvis foi uma bênção. Eles não deixavam a música negra aparecer, e ele abriu as portas para a música negra."

Rufus Thomas
"Muita gente disse que Elvis roubou nossa música. Roubou a música do homem negro. Mas o homem negro, o homem branco, não são donos da música. A música pertence ao universo."

Jackie Wilson
"Muita gente acusou Elvis de roubar a música dos negros, quando na verdade, quase todos os intérpretes negros copiaram os trejeitos de palco de Elvis."

B.B. King
"Lembro de ver Elvis bem jovem, nos estúdios da Sun Records. Naquela época eu já sabia que aquele menino tinha um grande talento. Ele era um menino dinâmico. A maneira como ele cantava, sua maneira de interpretar uma canção, era tão única quanto Sinatra. Eu era um grande fã e, se Elvis tivesse vivido mais, não haveria limites para sua inventividade."

Al Green
"Elvis influenciou todo mundo. Ele quebrou o gelo para todos nós."

Bo Diddley
"Se Elvis me copiou, não ligo. Força pra ele. Eu não estou passando fome."

Sammy Davis Jr.
"Numa escala de um a dez, eu lhe daria onze!"

James Brown
"Eu amava Elvis e espero vê-lo no Céu. Nunca vai haver outro 'soul brother' como ele."

Chuck Berry
"Descrever Elvis? Ele foi o maior que já existiu, ou que existirá."

Visite meu site: andrebarcinski.com.br

Sobre o autor

André Barcinski é jornalista, roteirista e diretor de TV. É crítico de cinema e música da “Folha de S. Paulo”. Escreveu seis livros, incluindo “Barulho” (1992), vencedor do prêmio Jabuti de melhor reportagem. Roteirizou a série de TV “Zé do Caixão” (2015), do canal Space, e dirigiu o documentário “Maldito” (2001), sobre o cineasta José Mojica Marins, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Sundance (EUA). Atualmente dirige os programas “Eletrogordo” e “Nasi Noite Adentro”, do Canal Brasil.

Sobre o blog

Música, cinema, livros, TV, e tudo que compõe o universo da cultura pop estará no blog, atualizado às segundas, quartas e sextas.