Topo
Blog do Barcinski

Blog do Barcinski

Categorias

Histórico

Segunda temporada de "The Deuce" impressiona

André Barcinski

28/09/2018 05h59


Estou gostando bastante da segunda temporada da série "The Deuce", exibida pela HBO (domingos, 22h).

A série foi criada por David Simon ("The Wire") e pelo autor de romances policiais George Pelecanos, e se passa no submundo da região de Times Square, em Nova York, no fim dos anos 1970 ("Deuce" era um apelido dado à rua 42, então tradicional ponto de prostituição e drogas, e hoje dominada por turistas de boné do Mickey).

A série trata de prostituição, corrupção policial e do início da indústria do cinema de sexo explícito, e traz o mesmo visual sujo e o clima decadente que Simon criou em "The Wire".

James Franco faz dois papéis: o de Vincent Martino, um dono de bar que começa a operar casas noturnas como "laranja" da Máfia, e de seu irmão gêmeo Frankie, um jogador compulsivo que deve uma grana preta para agiotas.

Maggie Gyllenhall faz Candy, uma prostituta que começa a se interessar pelo cinema de sexo explícito e passa a dirigir filmes.

A primeira temporada de "The Deuce" se passava entre 1971 e 1972, e mostrou como Times Square era dominada por cafetões que empregavam prostitutas e andavam pela cidade em carros de luxo e metidos em ternos extravagantes. Veja o trailer da temporada 1:

Na segunda temporada, a história pula para 1977, quando o cinema pornô começa a ficar mais explícito, e a ação da polícia nas ruas joga a prostituição para dentro de casas noturnas e bordéis.

A exemplo do que fez em "The Wire", David Simon usa a vida dura das ruas para contar a história de muitos personagens interessantes, sejam as meninas que vêm do interior do país e acabam se prostituindo em Times Square, os cafetões que as exploram, os policiais que complementam os salários com propinas variadas, os chefes mafiosos que dominam as casas noturnas, e os jovens que chegam a Nova York e acabam envolvidos no submundo da cidade.

E como é bom ter dinheiro para contratar gente talentosa, não? Basta dizer que cada um dos oito episódios da segunda temporada de "The Deuce" foi escrito por um roteirista diferente (ou dupla de roteiristas), incluindo pesos-pesados do gênero policial, como Megan Abbott e Richard Price (veja aqui uma matéria recente que fiz sobre Price).

Um ótimo fim de semana a todos.

Visite meu site: andrebarcinski.com.br

Sobre o autor

André Barcinski é jornalista, roteirista e diretor de TV. É crítico de cinema e música da “Folha de S. Paulo”. Escreveu seis livros, incluindo “Barulho” (1992), vencedor do prêmio Jabuti de melhor reportagem. Roteirizou a série de TV “Zé do Caixão” (2015), do canal Space, e dirigiu o documentário “Maldito” (2001), sobre o cineasta José Mojica Marins, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Sundance (EUA). Atualmente dirige os programas “Eletrogordo” e “Nasi Noite Adentro”, do Canal Brasil.

Sobre o blog

Música, cinema, livros, TV, e tudo que compõe o universo da cultura pop estará no blog, atualizado às segundas, quartas e sextas.