Blog do Barcinski

Categorias

Histórico

Adeus, Black Sabbath: um top 13 da banda que inventou o heavy metal

André Barcinski

rs-225449-94171748_
Já dizia Raul Seixas: tudo acaba onde começou.

Dia 4 de fevereiro, o Black Sabbath subiu ao palco em Birmingham, sua cidade natal, e fez o último show de uma carreira de 49 anos (leia aqui uma matéria sobre o show).

Fiz uma seleção de minhas 13 músicas prediletas da banda. Não são as músicas mais importantes ou influentes, mas as minhas escolhas pessoais. Em ordem cronológica…

Black Sabbath (1970)
A canção que inaugurou o metal. Lenta e atmosférica, lembra a trilha de um filme de terror.

Behind the Wall of Sleep (1970)
Ninguém abria uma canção como o Sabbath…

Electric Funeral (1970)
Um dos melhores e mais cabulosos riffs de Tony Iommi. Lembrem: outras bandas ainda cantavam sobre paz, amor e flores na cabeça…

Lord of the World (1971)
A abertura, com as viradas de Bill Ward, é espetacular. Aí chega o riff de Iommi e a agonia de Ozzy; “Você está procurando sua vida, mas não sabe por onde começar”…

After Forever (1971)
Alô, bandas de metal: ouçam essa obra-prima e aprendam a abrir uma música com atmosfera, por favor. E que tal o primeiro verso: “Você já pensou sobre sua alma? Ela pode ser salva?”.


Into the Void (1971)

Não sei o que é melhor, o riff de Iommi ou a entrada, aos 10 segundos, do baixo de “Geezer” Butler.

Tomorrow’s Dream (1972)
Boa parte do “grunge” nasceu aqui.

Supernaut (1972)
No ranking de grandes riffs de guitarra do metal, este é difícil superar. Também é uma das melhores performances de Ozzy.


Sabbath Bloody Sabbath (1973)

O Sabbath em sua fase mais psicodélica. E que tal a parte jazzística e bonitinha no meio? Iommi não era só um cuspidor de sons pesados.

A National Acrobat (1973)
Sou louco por essa letra misteriosa: “Eu sou o mundo que esconde / o segredo universal de todo o tempo”.

Hole in the Sky (1975)
O Sabbath fez muitas letras sobre drogas (“Snowblind”, “Sweet Leaf”), mas essa, na minha opinião, é a mais cabulosa, em que Ozzy narra o cotidiano de um junkie.

Symptom of the Universe (1975)
O thrash nasceu aqui. Metallica, Slayer, Megadeth, nada existiria sem o primeiro minuto dessa música.

Neon Knights (1980)
Não podia faltar uma música com vocais de Ronnie James Dio, e essa é minha predileta. Ela abre o primeiro disco de Dio com a banda, “Heaven and Hell”.

Concorda com a lista? Discorda? Mande suas escolhas.

Sobre o Autor

André Barcinski é jornalista, roteirista e diretor de TV. É crítico de cinema e música da “Folha de S. Paulo”. Escreveu seis livros, incluindo “Barulho” (1992), vencedor do prêmio Jabuti de melhor reportagem. Roteirizou a série de TV “Zé do Caixão” (2015), do canal Space, e dirigiu o documentário “Maldito” (2001), sobre o cineasta José Mojica Marins, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Sundance (EUA). Atualmente dirige os programas “Eletrogordo” e “Nasi Noite Adentro”, do Canal Brasil.

Sobre o Blog

Música, cinema, livros, TV, e tudo que compõe o universo da cultura pop estará no blog, atualizado às segundas, quartas e sextas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Blog do Barcinski
Topo